Pague com Mastercard Pague com Visacard Pague com Elo Pague com Diners Club Pague com American Express
Atendimento de Seg a Sex de 09h às 18h

Ligue de Fixo ou Celular Gratuitamente: 0800 580 2589

Vítimas sentem vergonha ou tem medo do assediador

Agência Vera Detetives Particulares > Blog > Detetive Particular > Vítimas sentem vergonha ou tem medo do assediador

No ano de 2015, mais de 45 mil casos de estupros forma registrados no país, ao longo desse tempo, profissionais tornam público todos os casos de vítimas que sofreram com assédio sexual e estupro.

Não muito diferente do Brasil, a Agência Federal Americana fez cumprir as leis contra a discriminação em locais de trabalham, algumas estatísticas apontam que a cada quatro casos, três deles são de assédios no trabalho, mas que não são repassados aos superiores da empresa.

Isso nos faz perguntar, porque as mulheres não estão denunciando esses crimes quando se tornam vítimas ou por conhecer alguém que é vítima de abuso ou assédio sexual?

Um dos motivos é quando a vítima não identifica que esteja sofrendo um assédio, ou seja, acreditando que o acontecido faz parte de algo ou se tornou normal mediante a persistência dos atos. Como elogios ou cantadas, que além de constrangedoras são crimes.

Outro motivo é o medo de que ninguém acredite nelas, por não ter nenhuma prova para evidenciar o crime, muitas mulheres não denunciam, e esses crimes acabam sendo difícil de comprovar, principalmente quando são feitos em quatro paredes e sem testemunhas.

Um dos maiores motivos e mais preocupante é o medo do assediador, medo de morrer ou serem mais violentadas, medo de que seus filhos se tornam alvo também do assediador, ou que a vida deles estejam em risco se por um acaso não conseguir comprovar os assédios e estupros.

As vítimas sentem vergonha e tem medo de se expor em público as violências sofridas e acabar com sua carreira. “Ainda há a ideia absurda de que a violência sexual refletiria a ‘desonra’ da vítima ou de que ela pode de certa forma ter tido algum comportamento que incentivou ou encorajou aquela prática.”

Algumas mulheres que sofreram assédio ou o estupro, tentam mostras as marcas ou contar pra alguém o que aconteceu, acabam por não ser ouvidas ou dadas como mentirosas, principalmente em coletivos ou praça públicas.

O certo a se fazer é dialogar e investigar evidenciando cada detalhe do possível abuso sexual, como desenhos, brincadeiras ou mudança de comportamento.

A contratação de um detetive particular nesse caso é considerada uma importante chave para desmascarar ou não o ato sem levantar qualquer tipo de suspeitas. Por isso é sempre bom ter em quem confiar nessas horas, não é?

A Agência Vera Detetives Particulares usa como prova, fotos, escutas ambientais e vídeos de todo o percurso, e de toda a movimentação do(a) suspeito(a) e tudo no mais alto sigilo, até mesmo para preservar a reputação e segurança da vítima, dos seus amigos e de seus familiares.

× Atendimento WhatsApp