Pague com Mastercard Pague com Visacard Pague com Elo Pague com Diners Club Pague com American Express
Atendimento de Seg a Sex de 09h às 18h

Ligue de Fixo ou Celular Gratuitamente: 0800 580 2589

Tarado das diaristas

Imagine que você queira publicar em um grupo nas redes sociais o seu trabalho como diarista, e logo depois recebe uma mensagem no celular de uma pessoa que estaria interessada, logo que começa a conversa, você percebe que essa pessoa não estaria interessada no seu trabalho, mas sim em você.

Nas redes sociais são relatos de vários relatos de mulheres que receberam a ligação de uma mesma pessoa, em uma delas, a mulher postou trechos de uma conversa com o homem, ele pede pra ela atender a ligação, dizendo que tem uma proposta irrecusável.

Pra outra mulher, ele escreve por mensagem algo pesado, dizendo que só vendo a foto dela do perfil do aplicativo de mensagem, já ficou excitado, e não para por ai, o relado dela foi apenas o primeiro de muitos outros relatado pela matéria.

Em conversa com outras mulheres, chega a ser assustador de como as abordagens são as mesmas, geralmente o homem não enviar mensagens via aplicativo, ele prefere fazer ligações para não deixar rastros, mas nem sempre consegue.

Em um descuido dele, ele manda mensagem de áudio para outra mulher, incentivando-a a terminar um relacionamento para ficar com ele sem ao menos tê-la conhecido. No áudio o homem diz que pagaria o preço que fosse para mostrar que ele era um cara de verdade quanto ao trabalho, que se a mulher fosse trabalhar pra ele, iria ver que ele era um cara bacana, que cuidaria dela como ela merece.

Uma das mulheres que Valdinei conversava, conseguiu extrair dele o endereço de onde ele estaria morando, no bairro Capão Raso em Curitiba no Paraná, porém até o endereço passado pelo homem era falso, mas na região alguns vizinhos comentam que ele já trabalhou por lá em um posto de combustível, mas já não trabalha lá a mais de um ano e saiu devendo uma boa quantia em dinheiro.

De acordo com a delegada que investiga o caso, Eliete Kovalhu diz que o teor das mensagens que é de cunho sexual, pode levar a uma apuração de uma possível importunação sexual, mas que o ideal é que essas mulheres que foi vítima de Valdinei, faça um grupo para reunir provas contra o autor, pois se trata de delitos contra a dignidade sexual da mulher, feito isso, será instaurado um inquérito para apuração dos fatos antes mesmo de que o assediador possa consumar o crime de estupro.

Mulheres de todo o mundo tem se tornado alvo de homens maus intencionados, que aproveitam de uma situação de fragilidade financeira, em que a mulher precisa trabalhar para sustentar sua família, e acaba caindo em golpes ou nas mãos de assediadores e estupradores.

A Agência Vera, se coloca a disposição dessas mulheres para auxiliar na coleta de provas concretas que levará a justiça na tomada das decisões cabíveis que fará com que um criminoso como esse não fique impune de suas responsabilidades, saiba mais com um de nossos consultores.

× Atendimento WhatsApp