Pague com Mastercard Pague com Visacard Pague com Elo Pague com Diners Club Pague com American Express
Atendimento de Seg a Sex de 09h às 18h

Ligue de Fixo ou Celular Gratuitamente: 0800 580 2589

Passe livre para o marido no Natal

Agência Vera Detetives Particulares > Blog > Detetive Particular > Passe livre para o marido no Natal

Pode parecer estranho, mas na época do natal uma professora dá passe livre ao marido para trair e se divertir. Na Inglaterra, uma professora de 61 anos, Maria-Louise Warne vive um relacionamento com Greg já a mais de dez anos, e diz não vê problema algum em ser traída, principalmente no Natal que é uma data de compartilhar e celebrar a vida.

Ela fala que liberou o marido até para tomar drink com uma funcionária de um hotel onde os dois estavam hospedados, relata que muitos a chamam de louca, mas não se importa com a infidelidade durante as épocas de natal e que prefere liberar e saber do que ser feito de boba.

De acordo com ela, a fama do marido de ter forte apetite sexual não é assustador, até porque com um ano de casados ele deixou bem claro pra ela sobre achar a fidelidade um simples conceito sem valor, porque o sexo lá fora é só uma ação não significativa.

Relatos realizados pelo jornal Britânico ainda diz que desde sempre Greg trai Maria-Louise, e com o consentimento dela, Greg dormiu com quatro mulheres de uma vez, mas que no início ela ficava abatida com a verdade, preferindo a fidelidade do marido, mas pelo tanto que ela gosta de Greg, seria capaz de passar por cima disso sabendo que por mais que ele ficasse com outras mulheres, ela seria a sua preferida.

Mesmo com tamanha diferença entre eles, sendo 11 anos de diferença, Maria-Louise diz não ter poder e nem controle para exigir a fidelidade de seu marido. Que para ela, sexo é seguido de amor, mas para ele se trata de um instinto primitivo e que leva isso como uma simples missão necessária e diária, como comer, escovar dentes, tomar banho, entre outros e que por isso resolveu liberar.

Chegou a citar que a traição para alguns homens é como dirigir um carro diferente a cada dia, se comparado com uma marcha ou o roncar dos motores, o que se torna excitante para eles, mas sempre retornam para seus lares como se fosse para seu carro preferido, considerando uma diversão inofensiva.

Ela também relata que a traição faz parte do instinto masculino e que as mulheres sabem, mas finge não saber, e quando ela libera Greg para dar suas escapadinhas ela também sai ganhando, porque ele sempre é generoso e a presenteia como se fosse um pedido de desculpas.

A única coisa que ela teme e quando os dois saem juntos, porque pode aparecer alguém e dizer a ela que já pegou seu marido, mas que já ensaiou a resposta, -“Você e várias outras, mas ele continua sendo meu, não continua? Então Feliz Natal!”.

Mas se tem dúvidas sobre a fidelidade de seu parceiro ou parceira e quer se livrar de uma traição e não sabe como e nem por onde começar? A Agência Vera Detetives Particulares pode te ajudar.

× Atendimento WhatsApp