Pague com Mastercard Pague com Visacard Pague com Elo Pague com Diners Club Pague com American Express
Atendimento de Seg a Sex de 09h às 18h

Ligue de Fixo ou Celular Gratuitamente: 0800 580 2589

Paixão platônica pela madrasta

Agência Vera Detetives Particulares > Blog > Detetive Particular > Paixão platônica pela madrasta

Alex Alves Ferreira de 33 anos morreu minutos depois de dar entrada no Hospital das clinicas de Jataí, interior de Goiás. Ele foi esfaqueado pela própria filha, uma adolescente de apenas 13 anos de idade.

De acordo com a Policia Militar que recebeu uma ligação da esposa da vítima, dizendo que sua enteada, filha de Alex, teria esfaqueado seu marido. A policia se deslocou para o endereço indicado, chegando ao local uma equipe do SAMU já havia iniciado o atendimento de primeiros socorros da vítima e o levaram para o hospital ainda com vida.

A adolescente havia feito um caminho indicado pela polícia, saindo da casa da tia no final da rua e seguindo para a casa do pai que fica próximo. Chegando lá bateu na porta e que atendeu foi a madrasta, a jovem disse que queria conversar com o pai e fazer as pazes sobre um desentendimento que eles haviam tido no dia anterior.

Diante da proposta de fazer as pazes, a madrasta abriu a porta e permitiu a entrada da garota, que já estava com a faca escondida. Ela foi ao quarto do pai e o esfaqueou quando ele ainda estava acordando.

Após cometer o crime a adolescente deixou a casa do pai e retornou para a casa da tia, sentada na calçada como se nada tivesse acontecido, e foi exatamente ali que ela foi encontrada pela polícia.

Quando foi apreendida, a adolescente disse aos policiais que teria cometido o crime porque estaria apaixonada pela madrasta de 20 anos. A garota estava bastante alterada, visivelmente alcoolizada, mas alegou que estava apaixonada e que teria feito até uma carta de amor para a madrasta. Só que quando o pai descobriu essa paixão platônica teria a repreendido, e essa briga entre pai e filha que seria um dos indícios de revolta que a levou a fazer esse crime.

De acordo com familiares, essa paixão pela esposa do pai é antiga, mas a madrasta sempre demonstrou a garota que não queria isso, que a intenção dela era de cuidar dela como se fosse a mãe, ajudar em tudo e estar próxima em todos os momentos, seja bons ou ruins.

A adolescente foi encaminhada para a delegacia da polícia civil de Jataí, onde poderá ser aplicada uma medida sócio educativa de até 3 anos, de acordo com o delegado que acompanha o caso.

Agência Vera Detetives Particulares

Trabalha com os mais sofisticados Softwares Espião, que é instalado em aparelhos de modelos Android e iPhone de forma oculta e segura, é ideal para saber quem conversa com seus filhos e o que conversam, com o intuito de agir com prevenção.

Protejam sua família com os softwares ou celulares com os softwares já instalados da Agência Vera Detetives particulares, entre em CONTATO e saiba tudo sofre o assunto.

× Atendimento WhatsApp