Pague com Mastercard Pague com Visacard Pague com Elo Pague com Diners Club Pague com American Express
Atendimento de Seg a Sex de 09h às 18h

Ligue de Fixo ou Celular Gratuitamente: 0800 580 2589

Pai e filho, presos por abuso sexual

Agência Vera Detetives Particulares > Blog > Detetive Particular > Pai e filho, presos por abuso sexual

A polícia da cidade de Vespasiano, região metropolitana de Belo Horizonte, prendeu nessa terça-feira dois homens técnicos em prótese dentária, com idades entre 35 e 59 anos, pai e avô de uma menina de 17 anos, suspeitos de maus-tratos e abusos.

Deram início as investigações em março, desde que a mãe da adolescente denunciou o crime as autoridades responsáveis pela proteção à criança e ao adolescente.

Segundo relatos o primeiro abuso foi do pai da criança quando ela tinha apenas 8 anos de idade, e aos 12 anos começou a ser abusada pelo avô paterno, embora não sabiam dos abusos um do outro.

A adolescente conseguiu através de um celular, gravar um áudio no momento em que o avô cometia os abusos sexuais contra ela, e foi assim que começou a dar início as investigações policiais.

De pais separados, a jovem morava com mãe e passava alguns dias na casa do pai, em um sítio na cidade de Vespasiano. A mãe da garota só percebeu que havia alguma coisa errada, quando a adolescente começou a reclamar das visitas que fazia ao pai e se negava a voltar.

O imóvel localizado no sítio da família paterna é bastante atrativo para as crianças, porque contém piscina, área de churrasco e campo de futebol. No começo a garota até gostava de frequentar o local, passando algum tempo, ir pra lá havia virado um tormento pra ela.

Com algumas atitudes diferentes, a mãe resolveu levar a adolescente a uma psicóloga, e foi lá ela então revelou os abusos. A psicóloga é esposa do ginecologista que atendia a avó paterna da garota. Por pura indignação, após ficar sabendo do crime do marido, contou a ele que já sabia de tudo.

Ao tentar impedir que fosse denunciado, o avô levou a neta até sua residência que fica no sítio e coagiu a vítima para desmentir todo o fato para sua mãe e sua psicóloga. Só que a vítima conseguiu gravar mais uma conversa entre os dois.

Após a prisão, os investigadores recolheram um computador que pertence a um dos suspeitos e nele continha materiais relacionados a pornografia infantil.

Detetive

A contratação de um detetive particular nesse caso é considerada uma importante chave para desmascarar o agressor, por isso a Agência Vera Detetives Particulares, está apta a exercer essa função e utilizar como provas, fotos, escutas ambientais e vídeos de todo o percurso, e de toda a movimentação do(a) suspeito(a) e tudo no mais alto sigilo, até mesmo para preservar a reputação e segurança da vítima, dos seus amigos e de seus familiares.

× Atendimento WhatsApp